Facebook
 Descontos para membros do clube
 Portes gratuitos para encomendas superiores a 50€ Contactos

Bertani Amarone della Valpolicela Classico DOCG Tinto 2011

110,00 €

A casa Bertani foi fundada em 1857 pelos irmãos Gaetano e Giovani Battista, prósperos negociantes de vinho que acreditavam ser a qualidade o elemento determinante para o sucesso do produto. Fiéis a este princípio decidem investir na aquisição de algumas das melhores parcelas da província de Verona. Em consequência disto tornaram-se numa das primeiras adegas da região a exportar os seus vinhos numa escala já significativa. Em 1870 a Bertani encabeçou uma campanha cujo objetivo foi elevar o potencial produtivo da região. Lança para o efeito o vinho Secco Bertani Valpantena que, decorridos mais de 150 anos, ainda continua a ser produzido. Contudo, o seu produto mais afamado e divulgado mundialmente é o Amarone della Valpolicella Classico DOC.

PAÍS: Itália

REGIÃO: Veneto

CASTAS: Corvina Veronese e Rondinella

ÁLCOOL: 15% 

CAPACIDADE: 750 ml

- NOTAS DE PROVA -

Este é um tinto opulento e delicioso, que se tornou uma referência dos vinhos italianos. A elaboração do Amarone Classico é complexa, implicando uma seleção muito rigorosa das uvas Corvina Veronese e Rondinella, as quais são dispostas sobre tabuleiros de bambu para desidratarem durante 120 dias. Neste processo chega a ser perdida mais de 60% de água. Em meados de janeiro as uvas são descaroçadas e sujeitas a prensagem. A maceração ocorre a 4-5ºC durante cerca de vinte dias, chegando depois a vez da fermentação lenta em cubas de cimento durante trinta dias e com temperatura controlada para que não exceda 18ºC. Após este passo, o vinho vai estagiar em barricas de carvalho da Eslovénia durante cerca de seis anos, concluindo-se o processo com estágio de pelo menos doze meses em garrafa. Grosso modo, são quase dez anos para ser lançado no mercado.

Este é dos vinhos tranquilos com maior longevidade, apresentando notas a chumbo e cereja, seguido de folhas de chá, especiarias e nozes. Na boca, uma explosão de frutos vermelhos, atenuada com uma discreta presença de baunilha, tudo isto numa perfeita harmonia de taninos e acidez. Classificação James Suckling 97/100.